quarta-feira, julho 13, 2011

Dagong contra-ataca!

Agência de notação chinesa ameaça baixar a notação da descomunal dívida americana!

Como anunciámos há meses, há de facto uma guerra financeira em curso entre o USD e o Euro.

Dagong contra-ataca manobras de sabotagem financeira americanas (China Daily)


Dagonga agência de rating chinesa— anuncia (China Daily) que irá baixar a notação da dívida norte-americana independentemente de Obama conseguir ou não aumentar o tecto da endividamento do seu país. É a resposta aos serviços que a Moody's tem vindo a prestar a Washington e Wall Street.

A Moody's além de ter iniciado uma série de acções de sabotagem financeira premeditadas e sincronizadas contra a moeda única europeia, atreveu-se a destapar a careca a 10% da dívida pública chinesa de má reputação que andava escondida nos municípios e regiões do país (lá como cá!)

A resposta chinesa não se fez esperar, tal como previmos há meses atrás. A China está farta do dólar, e aposta no euro — ponto final. Resta saber quando e se esta guerra financeira mundial dará lugar a uma nova moeda de reserva alternativa ao papel higiénico verde da América, e que tipo de moeda será...

Se ao menos a Europa tivesse um primeiro-ministro. Enquanto não saímos disto, porque não colocar em rede os bancos centrais da Eurolândia, com o BCE no topo, à semelhança da Reserva Federal? Sempre teríamos uma capacidade de resposta (e de controlo efectivo dos défices públicos) à altura da trapalhada em que estamos metidos e dos desafios enormes que temos pela frente.

Rating Agency Wars 2: The New Evil Empire Strikes Back - Dagong Says Likely To Downgrade US Even If Debt Limit Raised (

When on July 4 we reported the patriotic decision by Moody's to suddenly discover that up to 10% of China's GDP is concentrated in previously undisclosed bad debt, we suggest that "Dagong downgrades the US to junk status in 5, 4, 3..." Well, it's one and a half. China Daily has just reported that according to the notorious abovementioned Dagong rating agency, "The US' sovereign credit rating is likely to be downgraded regardless of whether the US Congress reaches an agreement on raising its statutory debt limit. "If the debt limit is raised and the public debt continues to grow, it will further damage the US' debt-paying ability, which is a key factor in Dagong's evaluation, and we will consider lowering its ratings accordingly," said Guan Jianzhong, chairman and CEO of Dagong. "If the raised limit fails to pass and the US faces default, the rating will be immediately and substantially downgraded," he said. According to Guan, the downgrading is really just "a matter of time and extent". And if Europe is suffering now, after Moody's has discovered religion and is slapping ratings downgrades at each and every PIIG, just wait until the global Nash equilibrium collapse in the rating agency Ponzi preservation prerogative goes trans-Pacific. Because following the imminent Dagong downgrade, Moody's and S&P will retaliate yet again, this time likely throwing Japan into the fray yet again, until such time as virtually the entire overleveraged world declares any and all rating agency employees persona non-grata —in ZeroHedge.

3 comentários:

gogol de kapote disse...

Dagon Dagong é trocadilho ou é bilingismo?

Dogon's inda sei
tendo em conta que os chinocas continuam a afinfar nos dólares que terão de ser desvalorizados algures

e nos ienes cuja massa monetária tende a aumentar devido à carne e leite com césio-137 e uns piquinhos de cobalto 60

recomendações chinesas com a seca a persistir no belt cerealífero mundial

e o consumo a aumentar

eu cá não ia em dagongs

gogol de kapote disse...

é que nem o euro está preparado para ser a nova moeda de refúgio global

devido à quase-imobilidade da sua massa monetária
devido aos receios inflacionistas

contrariamente aos americanos

mas é livre de pensar em ucronias

O ANTONIO MARIA disse...

Foi só uma gralha ;)