terça-feira, agosto 21, 2012

Républica

TOYZE — "Républica" (2012). Para O António Maria
©TOYZE & OAM

Pedi a alguns artistas amigos para imaginarem a República — a que temos, e a por vir.

O boneco, ou melhor dito, a boneca dos gémeos Carvalho, também conhecidos por TOYZE,

é ainda uma ré pública, uma ré puta,

a porca portuguesa de cara velada, cruz ao peito e tetas chupadas como uma etíope esfomeada qualquer. Mas nem por isso menos sedutora, a puta!

Figura inteira que projeta sombras de Portugal.

Pernas de lingerie que se enrolam até virarem serpente. Que morde a maçã-bomba, de onde foge o pé, a lagarta e o rastilho.

Discretamente, a bandeirinha, a carteirinha, o coração e o fio dental.

Portugal puta de muito chulo. Foi sempre assim? Não faz mal? Faz!


3 comentários:

JotaB disse...

“A ré pública / ré puta” é, de facto, “puta de muito chulo”!
Pena as “tetas chupadas”, mas é aquilo que resta / que nos resta!

A Mim Me Parece disse...

Quanto mais chupadas forem as tetas mais leite delas se mama.

A Mim Me Parece disse...

Porra! Já disse que tetas chupadas são as que mais leite dão a quem as mama, mas parece que não entendem!