quinta-feira, maio 21, 2015

Pais do Amaral: saída de pista na reprivatização da TAP

Paes Amaral: saída de pista em sessão de treino—Le Mans

Grexit, venda do Novo Banco e TAP— anda tudo ligado, e pode explodir!


Sem uma boa venda da maioria do capital da TAP, haverá bail-in do Novo Banco. Os cacos do BES, com a exposição que tem ao buraco financeiro da TAP, se esta continuar a afundar-se no lodaçal devorista da pseudo esquerda, jamais se venderão pelo preço capaz de evitar uma fatura pesada endossada ao Fundo de Resolução, i.e. ao sistema bancário e contribuintes indígenas. E se a venda do Novo Banco borregar ou for ao desbarato, ocorrerá certamente um novo tombo no sistema financeiro, os eleitores e contribuintes serão chamados a desembolsar mais austeridade, o défice público disparará, e o ataque dos credores externos será tão impiedoso como foi na Grécia. Será que os sábios-economistas contaram este segredo ao Alexis Costa? Ou não contaram, porque também não sabiam?

Amaral tinha duas mãos cheias de nada e naturalmente ficou pelo caminho.

Do ponto de vista financeiro, empresarial e estratégico, parece evidente a superioridade da opção Azul, ou da JetBlue Airways. Efromovich apenas está interessado nos 'slots' que a TAP detém nos aeroportos europeus, enquanto a JetBlue, pelo contrário, poderá criar com a TAP uma grande companhia aérea euro-atlântica, com ligações privilegiadas a África e um lote muito amplo de parcerias (code-sharing, etc.) de voo, nomeadamente com a Ásia. O hub da TAP na Portela, com o hub  da JetBlue no JFK (NY), criarão potencialmente sinergias e mais valias importantes. Os 34% que ficarão na mão do estado poderão, pois, render bom dinheiro quando parte deste capital for disperso em bolsa, sempre depois de 2017.

O António Maria reserva desde já um lote de 1000 ações—intencionais, claro.



Se gostou do que leu apoie a continuidade deste blogue com uma pequena doação

1 comentário:

taawaciclos disse...

TUDO ESTÁ FANTÁSTICO!

Afinal não é todos os dias que um país com rating's LIXO, coloca no "mercado" obrigações com taxas de juros negativas!

A isto se chama omsilatipac!

Por isso é melhor começarmos a emitir obrigações como se não houvesse EAPP amanhã!

É que quando o Banco Comunista Europeu fechar a torneira de papel-moeda a custo ~=ZERO tudo vai borregar!

Mas enfim... A MANADA já está a salivar só de sentir o cheiro da "nova" erva PS!

Resta-me aguardar serenamente que a risota vai ser da boa!

E por falar em risota...
Os otários do papel comercial BES/BESI dizem que se vão manifestar em Sintra aquando da visita do menino Goldman Sachs Europa! Outra risota a não perder!